Sobre escrever…

Sabe, acho que sempre quis ser um escritor. Por algum motivo do além, sempre tive esse ímpeto de observar pessoas, lugares e criar histórias para elas. Sempre. Não que as histórias sejam criativas – longe disso –, mas ao menos são histórias.

Por mais que me sinta frustrado em nunca terminar de escrever meu livro (que já teve alguns reboots desde esse post), eu amo escrever. Nunca fui muito bom em expressar o que penso verbalmente às outras pessoas; geralmente falo rápido demais ou me embolo todo quando o faço. Quando resolvo escrever, as palavras simplesmente fluem à minha frente… mesmo que sejam descartadas logo em seguida.  Continuar lendo