Diário de Escrita #14: E se começarmos tudo de novo?

Eu tenho pensado muito sobre o meu livro na última semana. Havia abandonado-o de verdade desde janeiro, praticamente, escrevendo pouquíssimas vezes nesses seis meses que se passaram desde então. Cheguei num ponto em que não fazia ideia para onde a história iria seguir, como ela chegaria até o final que havia planejado pra jornada de meus personagens. Daí ficava com preguiça de continuar, já que não conseguia prosseguir.

Até que resolvi voltar a escrever na semana passada, ou ao menos reler tudo o que escrevi até aqui pra retomar o “fio da meada” e continuar a história de onde parei. Mas daí comecei a pensar em outra coisa: e se voltássemos do começo? No sentido de apagar tudo e voltar do início, reescrevendo todas as 240 páginas que escrevi até aqui. Será que seria uma boa? Continuar lendo

Diário de Escrita #12: Scrivener, meu amor.

Caraíbas. 105 dias se passaram desde o meu último Diário de Escrita. Como eu sou incompetente, sério.

Mas o que interessa é o agora. O agora, no caso, é hoje, e hoje, dia 21/05, é um dia espetacular. Por quê? Porque hoje teve o lançamento do novo (e fantástico) álbum do Daft Punk e o novo vídeo cassete da Microsoft Xbox One foi anunciado. E eu ainda não precisei ir à escola hoje, olha que maravilha!

Mas voltando ao meu livro.

Não quer dizer que durante todo esse tempo que estive ausente do blog e o Diário de Escrita não foi devidamente atualizado, que não continuei a escrever meu livrinho. Pelo contrário. Atualmente já passei da metade do livro, e a história tá bem avançada até.  Continuar lendo