Sobre escrever…

Sabe, acho que sempre quis ser um escritor. Por algum motivo do além, sempre tive esse ímpeto de observar pessoas, lugares e criar histórias para elas. Sempre. Não que as histórias sejam criativas – longe disso –, mas ao menos são histórias.

Por mais que me sinta frustrado em nunca terminar de escrever meu livro (que já teve alguns reboots desde esse post), eu amo escrever. Nunca fui muito bom em expressar o que penso verbalmente às outras pessoas; geralmente falo rápido demais ou me embolo todo quando o faço. Quando resolvo escrever, as palavras simplesmente fluem à minha frente… mesmo que sejam descartadas logo em seguida.  Continuar lendo

Anúncios

Diário de Escrita #13: 365 dias depois…

Como é bom escrever para este blog de novo. Caramba, tô desde julho do ano passado sem nem dar um oi pra vocês. Me desculpem. Se é que alguém ainda lê isso.

Resolvi voltar a escrever pro meu blog por um motivo muito nobre: hoje, dia 09 de janeiro de 2014, completam-se 365 dias desde que comecei a escrever o meu lindo livro! Eu realmente não acredito que tanto tempo se passou assim. Parece que foi ontem que eu estava revirando o meu armário em busca dos meus roteiros antigos apenas para tirar algumas fotos, explicar pra vocês a minha paixão por escrita e apresentá-los ao primeiro capítulo de minha incrível história de ficção científica repleta de plot twists, tiroteio, sangue, gente morrendo, gente feliz, gente chateada, etc.

Fico feliz que tenha conseguido levar adiante um projeto tão grande quanto um livro por tanto tempo. Pensei em desistir da história no meio do caminho por várias vezes, mas ainda bem que mantive a cabeça no lugar e não fiz essa baboseira. Vá por mim, a história tá ficando boa! Continuar lendo