Sobre gostar e não gostar das coisas…

Queria entender o motivo pelo qual nós, aparentemente “do nada”, passamos a gostar (ou deixar de gostar) de certas coisas. Isso sempre ocorreu comigo, é claro, e deve acontecer com todos os seres humanos desta Terra, mas é algo interessante.

Ultimamente esse fenômeno – se é que posso chamar isso de “fenômeno” – tem estado muito mais presente na fantástica aventura que é a minha vida. Por exemplo: até semana passada eu era o cara que mais amava computadores, joguinhos e tudo o mais… Hoje, me parece que prefiro muito mais ler ou escrever do que gastar horas e horas jogando algo. O que é estranho, realmente estranho. (Afinal, já gastei MILHÕES em joguinhos, e abandoná-los agora seria no mínimo… triste. É, essa é a palavra que tava procurando.) Continuar lendo

Anúncios