Sobre gostar e não gostar das coisas…

Queria entender o motivo pelo qual nós, aparentemente “do nada”, passamos a gostar (ou deixar de gostar) de certas coisas. Isso sempre ocorreu comigo, é claro, e deve acontecer com todos os seres humanos desta Terra, mas é algo interessante.

Ultimamente esse fenômeno – se é que posso chamar isso de “fenômeno” – tem estado muito mais presente na fantástica aventura que é a minha vida. Por exemplo: até semana passada eu era o cara que mais amava computadores, joguinhos e tudo o mais… Hoje, me parece que prefiro muito mais ler ou escrever do que gastar horas e horas jogando algo. O que é estranho, realmente estranho. (Afinal, já gastei MILHÕES em joguinhos, e abandoná-los agora seria no mínimo… triste. É, essa é a palavra que tava procurando.)

Essa sensação do frequente gostar/desgostar de algo me interessa bastante. Por que será que mudamos tanto, e o tempo todo? Seria “amadurecimento” ou simplesmente enjoamos das coisas de um dia para o outro?

Outro exemplo para isso tem a ver com café. Isso mesmo, café. Até pouco tempo atrás não conseguia viver sem café: bebia um copo cheio de café no mínimo três vezes ao dia, todos os dias, e se não tomasse a bebida acabava com dor de cabeça ou algum outro efeito de abstinência. Hoje em dia, quase não sinto a falta do café e, quando bebo, não acho o gosto tão bom quanto achava há alguns anos atrás. Por quê? Café é vida!

Os seres humanos estão mudando constantemente, acho que finalmente tô aprendendo isso. Em 2014 dei uma chance a diversos filmes, músicas, livros e até jogos que no passado havia desgostado e, para minha surpresa, amei-os todos (oi L.A. Noire e Alan Wake, oi Harry Potter). Em compensação, algumas das séries que acompanho não parecem mais tão legais assim e levo uma dúzia de dias para assistir um episódio sequer, além de achar quase todo filme recente uma sucessão de clichês e histórias superficiais.

Por que será que mudamos tanto? E isso é bom ou ruim?

Bem, só sei que aparentemente voltei a amar escrever (três posts no blog num período tão curto de tempo é de se admirar, não acham?) e já não gosto de café tanto assim. Poxa.

(Ah, esqueci de falar que tô achando este template uma bosta e já deverei ter o trocado quando você ler este texto.)

Anúncios

Gostou do que leu? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s