Sobre escrever resenhas…

Olá, meus amigos e amigas.

Decidi criar uma nova categoria aqui no blog apenas para me manter escrevendo nessa joça. Utilizarei dessa categoria para contar alguns causos que não “merecem” um post gigantesco e interessante. Resumindo: essa será a categoria onde eu postarei o que estiver a fim. Não é legal? Ok, talvez não seja tão legal assim.

E o primeiro post desta super e magnífica categoria estreante do blog é sobre (como vocês devem ter visto no título) resenhas. “Aff, Gabriel, o que você quer com resenhas? Se toca, hoje em dia ninguém mais liga pra blogs e coisas assim, todo mundo quer assistir vlogs tipo o do PC Siqueira porque ele sim que é um cara legal e interessante, não você com suas trinta visitas diárias!”. Só continuar lendo. Parem de me menosprezar! 😦 

Nota: Vocês perceberam que no último parágrafo eu praticamente tava falando comigo mesmo (como sempre faço), né? Desculpe, minha gente, é que só eu me entendo. Pois é, é a vida.

Então, por que resenhas?

Eu sempre quis transformar o meu blog em um recinto aonde eu poderia falar sobre qualquer filme, série ou livro que eu ver/ler, mas infelizmente eu tenho bastaaante preguiça para começar a fazer isso. Se você pudesse ver o que tem no meu cérebro, o tanto de ideias malucas e geniais ao mesmo tempo que tenho, você viria pessoalmente até minha casa neste exato momento e me daria um beijo. Ideias não faltam nessa minha ~mente adolescente~.

Continuando.

Quando comecei o blog, lá em julho de 2011, eu não sabia o real propósito de criar um blog. Eu já tive um blog antes. Acho que já tive uns três. Um dos meus hobbies quando mamai colocou banda larga em casa, em meados de 2006, era criar uns 232932184214 blogs no Blogger sobre assuntos aleatórios e ficar trocando a corzinha, o tamanho da fonte, a própria fonte, etc. Eu sempre fui um garoto meio estranho, de qualquer maneira.

Aí depois, em 2008, eu descobri o incrível serviço de administração de websites profissionais (só que ao contrário) do Google, e não era o Blogger. Era o sites.google.com. Você conhece? Aposto que não.

Vocês devem se lembrar daquele post em que anunciei que estava escrevendo um livro, certo? Devem se lembrar, também, que eu contei a vocês sobre meus lindos e profissionais roteiros. Lembram daquele roteiro em particular, em que o carinha sacava R$ 100 milhões num caixa eletrônico qualquer? Pois é, eu planejava uma sequência para esta sensacional história, aí resolvi criar um site nesse tal sites.google.com. O site, na verdade, se tratava do ~portal eletrônico~ da minha produtora hollywoodiana, a grande Mountains Pictures!!!!!! (!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!). Que vergonha, caras. Vocês não deveriam saber tanto das minhas maluquices, mas enfim. Olhem só que trabalho impecável de design: https://sites.google.com/site/mpsaso/. Tente navegar naquela espelunca e veja mais informações a respeito de minhas maluquices. 

Em 2009, criei o magnífico Loucos Por The Sims³ (carinhosamente apelidado de LPTS³), um fan-site (fã-site? Nem lembro de como eu o chamava…) sobre The Sims (dã). Aí se passou algum tempo de fama de fortuna e eu “amadureci” (na medida do possível). Comecei a me interessar mais por tecnologia, escrevi por algum tempo num ~portal tech~ (pegou a referência? Hein? Hein? HEEEIN?) e depois fui chutado de lá sem mais, nem menos. É a vida. E então, BAM! Criei meu blog! EBA! EBA!

Aonde estava? Ah sim, dando uma volta inteira pra chegar ao ponto que queria.

Pois então. Eu sempre fui meio crítico, pelo menos “internamente”. Sempre que via algum filme ou lia algum livro, sempre quis dividir minhas opiniões com alguém, mas quase nunca meus amiguinhos gostavam das mesmas coisas que eu. Momento tristeza agora.

RESUMINDO: AGORA VOU ESCREVER RESENHAS NO BLOG! EBA! EBA! EBA!…

…ou não.

Nunca criem expectativas demais para coisas relacionadas a mim, se é que alguém alguma vez já criou (música triste pra entrar no clima).

Mas eu realmente quero resenhar livros e séries e qualquer outra coisa que se dê pra resenhar. Por quê? Por que eu gosto de escrever, e sinceramente? Ficar só escrevendo o meu livro, que é meio “sério”, não dá. Tenho que vir falar algumas bobagens pro povão num espaço só meu.

Mas é isso, agora tentarei postar com mais frequência nessa categoria aleatória da vida aleatória. Beijo, mãe.

Anúncios

Gostou do que leu? Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s